Adriane Galisteu

Essa celebridade já foi acessada por 5444 pessoas.

Comente
Nome completo:
Adriane Galisteu
Data de nascimento:
18/04/1973

Biografia

Filha de Alberto e Emma Galisteu, Adriane teve uma infância difícil. Seu pai era álcoolatra e tal vício debilitou sua saúde, culminando em um infarto fulminante. Na época, Adriane tinha apenas quinze anos e precisou começar a trabalhar para ajudar no sustento de sua mãe e de seu irmão, portador do vírus da AIDS que viria a falecer em 1996.

Adriane atraiu a atenção da mídia através do seu namoro com o piloto brasileiro de Fórmula 1 Ayrton Senna, morto em trágico acidente em 1 de maio de 1994. O relacionamento de Adriane e a família de Senna não era dos mais fáceis, levando-a a passar por situações de constrangimento no funeral do piloto, ao ser impedida de acompanhar o velório junto da família e amigos mais íntimos. Para se despedir de Senna, Adriane teve que entrar, como qualquer anônimo, na fila dos fãs.

Em 1998, Adriane se envolveu com o publicitário Roberto Justus. Após seis meses de namoro, os dois decidiram se casar. A união foi objeto de destaque na imprensa, mas acabou oito meses depois. Posteriormente, Adriane revelaria que seu casamento com o empresário foi "um ato impensado" e que "no dia do casamento, já sabia que não daria certo".

Ela teve ainda uma relação amorosa com o ator Dado Dolabella, sete anos mais novo, com início em meados de 2003. O relacionamento dos dois começou logo após o rompimento do namoro de Dolabella com a cantora Wanessa Camargo. Ironicamente, uma briga posterior de Dolabella com Wanessa foi a suposta razão para o fim do namoro do mesmo com Adriane, que já criticou a conduta de Dolabella publicamente em canais de mídia.

Em 2009, Adriane revelou estar namorando o empresário Alexandre Iódice, antigo conhecido de seus círculos sociais. Em dezembro de 2009 ela revelou estar grávida.

A apresentadora foi rainha de bateria das escolas de samba Portela, Rocinha e Tijuca, além de apresentar o Band Folia, o desfile das escolas de samba do grupo de acesso e das campeãs do Carnaval do Rio de Janeiro e, em 2012, a cobertura do Carnaval de Salvador.

Iniciou a sua carreira de modelo aos nove anos, fazendo um anúncio da rede de restaurantes McDonald's, e quando adolescente, em 1987, participou no conjunto Meia Soquete, um grupo no mesmo estilo de As Melindrosas.

Adriane posou para a edição brasileira da revista Playboy de agosto de 1995 e, desde então tem seguido carreira na televisão, ganhando espaço como apresentadora.

Em 1995 lançou o livro O Caminho das Borboletas, onde narra o período de seu relacionamento com Ayrton Senna.

Sua carreira na TV aberta iniciou-se na CNT em 1995, no programa Ponto G. Teve rápidas passagens pela MTV Brasil4 e pela então recém-inaugurada RedeTV!, onde apresentou o programa Superpop. No ano 2000, Galisteu transferiu-se para a Rede Record onde comandou o É Show. Três anos depois, foi contratada pelo SBT para apresentar os programas Charme e Fora do Ar. Em 2008, Galisteu deixava o SBT, se transferindo para a Rede Bandeirantes, onde apresentou o Toda Sexta. Em 2011, comandou o reality Projeto Fashion e atualmente apresenta diariamente o programa vespertido Muito+, na mesma emissora.

Galisteu desenvolve também uma carreira como atriz, tendo estreado na novela Xica da Silva, da Rede Manchete, em 1996. Todavia, embora sua atuação na novela tenha atraído o público, isso deu-se basicamente pelas cenas de nudez que o diretor Walter Avancini frequentemente incluía. Quando a obra foi reprisada, anos mais tarde, Galisteu declarou que não a assistia, pois tinha horror à novela, embora reconhecesse que ela foi importante para torná-la famosa. Estreou no teatro em 1999, com a peça Deus lhe Pague, sob a direção de Bibi Ferreira. Em seguida, participou de Dia das Mães. No cinema, atuou nos filmes Coisa de Mulher e Se Eu Fosse Você 2.








Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!