Topo

Relembre 6 novelas de sucesso que nunca ganharam reprises na TV

Comente

Para os noveleiros de plantão, ver a novela "Senhora do Destino" sendo reprisada no "Vale a Pena Ver de Novo" na Globo é uma maravilha, pois a trama fez um grande sucesso na sua estreia.

Para os diretores da emissora, isso pode servir como um alerta de que outras tramas que fizeram sucesso na estreia também podem ser bem vistas pelo público em uma eventual reprise. Diante disso, relembramos aqui algumas tramas de sucesso que ainda não foram reprisadas no "Vale a Pena Ver de Novo", mas deveriam.

Novelas de sucesso que não foram reprisadas ainda

Sol de Verão

Novelas que não foram reprisadas Sol de Verão

A novela "Sol de Verão", foi escrita por Manoel Carlos e tinha Tony Ramos como o surdo-mudo Abel. Abel era um homem sensível e inteligente, ele estava em busca da mãe e de sua verdadeira identidade. A novela também trouxe a atriz Irene Ravache interpretando Raquel, uma mulher forte que não tinha medo de quebrar as convenções sociais da época e resolveu se separar em busca da felicidade.

Veja também:

A trama foi um sucesso, porém, teve duração mais curta do que o previsto, sedo encerrada no capítulo 137, em uma época em que normalmente as tramas tinham, em média, 180 capítulos. A obra sofreu esse corte porque um dos protagonistas da trama, o ator Jardel Filho, veio a falecer em pleno Carnaval, vítima de um ataque cardíaco.

Sendo amigo pessoal de Jardel, Manoel Carlos não conseguiu terminar o trabalho, passando a bola para Lauro César Muniz, que escreveu os dezessete capítulos finais com a colaboração de Gianfrancesco Guarnieri e Paulo Figueiredo, atores do elenco.

Corpo a Corpo

Novelas que não foram reprisadas Corpo a Corpo

Escrita por Gilberto Braga, essa novela foi um grande sucesso da década de 80. Ela trazia Débora Duarte no papel de Eloá, personagem que queria subir na vida. Ela acreditava ter chances de se destacar na empresa onde trabalhava ao lado do marido, Osmar (Antônio Fagundes).

Para conseguir o seu objetivo, estava disposta a tudo, até a fazer um pacto com o Diabo. Não se sabe bem por que razão, a novela, um dos trabalhos mais populares de Braga, nunca ganhou uma reprise na telinha.

Hipertensão

Novelas que não foram reprisadas Hipertensão

A novela "Hipertensão" foi escrita por Ivani Ribeiro para o horário das 7. A trama trazia a atriz Maria Zilda Bethlem como Carina, atriz de um circo mambembe que buscava reencontrar o pai em uma pequena cidade do interior. Em sua busca por seu pai, ela se deparava com três simpáticos senhores: Candinho, Romeu e Napoleão.

Um desse três homens poderia ser seu pai, mas ela não sabia que, no passado, os velhinhos haviam se casado com trigêmeas e que uma delas era a mãe de Carina. A trama também traz um grande destaque para Claudia Abreu, que interpretou Luzia.

A personagem morria perto do capítulo 100, empurrada de um barranco. A morte da personagem foi uma forma que a autora encontrou para liberar a atriz, escalada para atuar em "O Outro". Mesmo se tratando de uma trama contagiante e da boa audiência, a novelou acabou esquecida.

O Outro

Novelas que não foram reprisadas O Outro

A novela "O Outro" possui atuação de Malu Mader na pele de Glorinha da Abolição, uma jovem que perambulava pelas ruas de Copacabana em busca do pai. A moça acaba se envolvendo com a família de Paulo Della Santa, um milionário que tinha um sósia, o negociante Denizard de Matos.

A novela marcou a estreia de Aguinaldo Silva como autor do horário das 8. Mas nem tudo foi flores, o sucesso da trama veio acompanhado de muito estresse, uma vez que houve acusações de que a história seria uma releitura de "Vidas Cruzadas", trama que Ivani Ribeiro escreveu para a TV Excelsior em 1965 e que tinha um enredo muito semelhante.

Mandala

Novelas que não foram reprisadas Mandala

A novela "Mandala" foi inspirada na tragédia grega Édipo Rei, tendo Felipe Camargo e Vera Fisher como Édipo e Jocasta. No passado, Jocasta se envolveu com Laio, um playboy muito místico, de quem ficou grávida. E após uma consulta com seu guru, Argemiro, Laio ouviu que o filho iria odiá-lo.

Assustado, ele acaba dando um jeito de sumir com o bebê, para desespero de Jocasta. Após 25 anos, Laio e Édipo acaba se encontrando e discutindo, posteriormente Laio morre em um acidente. Mas tudo ainda poderia piorar, pois Jocasta iria se envolver com Édipo sem saber que ele era seu filho.

Mesmo exibida no horário das 8, a trama foi considerada forte demais pelo público, sendo esse talvez um dos motivos dela não ser reprisada na faixa vespertina.

De Corpo e Alma

Relembre 6 novelas de sucesso que nunca ganharam reprises na TV

A novela "De Corpo e Alma" foi a estreia de Glória Perez no horário das 8, e ela resolveu abordar temas polêmicos como transplante de órgãos e a prostituição masculina com o clube das mulheres. Mesmo sendo uma trama de sucesso, ela acabou sendo marcada por uma tragédia, pois no dia 28 de dezembro de 1992, Daniela Perez, filha da autora, foi brutalmente assassinada pelo colega de elenco Guilherme de Pádua.

Os dois faziam par romântico na trama como Bira e Yasmin. Mesmo com a tragédia e a novela ainda no meio, a autora decidiu continuar a escrevê-la até o fim. A solução dada para a personagem foi uma viagem para o exterior. Já Bira sumiu sem maiores explicações. Devido à tragédia, essa é uma trama que provavelmente não será reprisada tão cedo.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!


Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: