Topo

Hello - veja 5 curiosidades sobre o funcionamento da nova rede social

Comente

Chegou ao Brasil no mês de julho, a mais nova e badalada rede social. Estamos falando aqui da “Hello”, desenvolvida Orkut Buyukkokten, o criador do Orkut. O serviço já estava disponível em alguns países ao redor do mundo há algum tempo e agora entra para concorrer com as gigantes do setor também aqui no país.

Vista por muitos como uma espécie “Orkut 2.0”, a nova plataforma na verdade tem detalhes que a diferem tanto da antiga rede social do Google, quanto das demais que fazem sucesso na atualidade, como Twitter, Facebook e Instagram, por exemplo.

E as diferenças da “Hello”, começam já em seus termos de uso, pois algumas regras e políticas do serviço são no mínimo curiosas. A seguir você confere alguns pontos inusitados relacionados ao funcionamento da plataforma.

Detalhes curiosos sobre os termos de uso da nova rede social Hello

Detalhes curiosos sobre os termos de uso da nova rede social Hello

Pode convidar, mas ninguém precisa de convite

Se no passado o Orkut adotou um sistema que exigia dos interessados um convite para que pudessem fazer cadastro no serviço, dessa vez a história é outra, ao menos parcialmente.

De modo geral, qualquer pessoa pode se cadastrar na rede social, no entanto, os usuários ganham um conjunto limitado de solicitações para enviar aos amigos.

Responsável pelos convidados

Ao que parece, o conceito de comunidade é levado bastante a sério na Hello. Um detalhe até curioso, é que se um usuário aceita um pedido de amizade, ele aparentemente está se responsabilizando pelas ações dos amigos, pois sempre que alguém recebe um pedido de amizade, é alertado pelo serviço de que só deve aceitar pessoas que conhece e nas quais confia.

E nos termos de serviço disponível no aplicativo, é possível ler o seguinte trecho: “a Hello se reserva o direito de suspender um Titular de Conta com base nas ações de seus convidados”. O que acha?

Leia também:

Rede social para maiores, mas não permite pornografia

Considerada uma plataforma para maiores, a Hello só permite o cadastro de quem declara ter mais de 18 anos, mas mesmo assim, o serviço não aceita publicação de pornografia. As diretrizes da comunidade permitem a paquera sem problema, mas conteúdo sexualmente explícito é algo proibido.

Em todo caso, porém, para quem gosta de exibir e apreciar a beleza do corpo humano, há a opção de aderir à Persona “nudista”, que procura conectar pessoas que simpatizam com o nudismo.

Todas publicações são públicas

Se no Facebook o usuário pode definir quem poderá ver uma publicação e até escolher com quem compartilhar algo interessante, na Hello essa opção é praticamente inexistente, ao menos na versão “free” do serviço.

Até onde se sabe, todos os posts feitos por um usuário, podem ser visualizados por qualquer pessoa que esteja no serviço, seja amigo ou não. Para fugir disso, é preciso fazer posts anônimos, mas trata-se de um recurso pago que oculta a identidade do usuário, e não necessariamente limita o conteúdo a um grupo específico de pessoas, por exemplo.

As publicações anônimas

Conforme já mencionado, a rede social permite que seus usuários publiquem de forma anônima mediante pagamento de um determinado valor.

Para criação de postagens no modo anônimo, é preciso investir 100 moedas da rede social, que por sua vez, são adquiridas em forma de pacotes, que custam de R$ 3,19 (para 200 moedas) até R$ 159,90 (para 13 mil moedas). Agora se o usuário quiser fazer um comentário anônimo em determinado post, o valor a ser pago é de 50 moedas.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: