Topo

Não é só "Pokémon Go" - veja 6 games que usam realidade aumentada e você já pode jogar

Comente

O jogo “Pokémon Go”, em pouco tempo se tornou um grande fenônemo ao redor do mundo, conquistando uma verdadeira legião de fãs, todos interessados na captura dos famosos monstrinhos de bolso do famoso anime por meio do celular.

Além do efeito nostalgia, que tomou conta de todos os jovens e adultos que acompanharam “Pokémon” na telinha durante a infância e adolescência, o jogo ganhou fama por trazer à tona uma abordagem consideravelmente nova no mundo dos games a partir de dispositivos móveis: o da realidade aumentada.

Apesar de todo o sucesso e do frescor da novidade, no entanto, o jogo não é o único a aproveitar-se da realidade aumentada na hora de proporcionar uma boa experiência aos jogadores do ambiente mobile.

Para quem gostou da ideia e espera jogar o quanto antes o maior número de bons games com esse novo conceito, a boa notícia é que já existem no Brasil diversas opções nesse sentido, que chegaram inclusive, bem antes do lançamento do famigerado “Pokémon Go”. Para exemplificar isso, mostramos a seguir uma lista com algumas das melhores opções. Veja!

Jogos que assim como “Pokémon Go”, trazem conceito de realidade aumentada

Clandestine Anomaly

https://www.youtube.com/watch?v=hkn5PMnO5VQ

Disponível nas versões Android e iOS, esse primeiro jogo da lista ganha destaque pela excelente combinação nos elementos de jogabilidade, o que resulta em uma experiência extremamente interessante. De modo geral, ele reúne elementos dos clássicos games de tower defense, mas conforme já adiantamos, ele traz o diferencial da realidade aumentada.

Na prática, o jogador tem a missão de proteger a humanidade de uma horda de aliens que estão invadindo o planeta, contando pra isso, com a ajuda de armas tecnológicas que também vieram de outro lugar da galáxia. Um detalhe interessante sobre “Clandestine Anomaly”, no entanto, é que ele traz uma constante mudança nos pontos de vista.

Enquanto em um instante o jogador usa a tela do smartphone para fazer a ativação das defesas, em outros é a câmera do smartphone que entra em ação, sendo usada para mirar e atacar diretamente determinados inimigos, o que aliás, exige do jogador muito movimentos em determinadas ocasiões onde é preciso acertar com precisão o alvo.

E pra finalizar, é importante mencionar que o título dá ao usuário a possibilidade de jogar tanto ao ar livre quanto dentro da própria casa, já que o ponto de partida para a missão pode ser o local em que o jogador se encontra no início das partidas.

Geocaching

https://www.youtube.com/watch?v=1YTqitVK-Ts

Também disponível nas plataformas Android e iOS, o “Geocaching” é um jogo que por incrível que pareça, vai até além da realidade aumentada, dando por vezes alguns passos no mundo real. Não entendeu? Nós explicamos.

O game pode ser descrito como uma espécie de “caça ao tesouro”, por isso, os jogadores são incumbidos de vasculhar os arredores dos lugares para encontrar um geocache, que a grosso modo, é uma espécie de cofre cheio de coisas deixadas por outros players.

De modo geral, a usabilidade do título é bastante simples. Para jogar, basta se cadastrar, escolher um dos mais de 2 milhões de geocaches escondidos ao redor do mundo e seguir o mapa conforme as instruções dadas pelo próprio app. Agora, pra jogar é preciso muita atenção, pois os cofres podem ter as mais diversas formas e tamanhos, podendo ainda ficar escondidos e disfarçados de outros objetos.

Leia também:

Ingress

https://www.youtube.com/watch?v=Ss-Z-QjFUio

Aqui temos mais um jogo para Android e iOS, que inclusive, serviu como base para o agora famoso, “Pokémon Go”. O game coloca os jogadores em uma guerra secreta entre facções em um mundo de personagens que tiveram acesso a tecnologias capazes de invadir e controlar a mente de pessoas.

Ao ingressar na partida, é possível escolher o lado em que quer ficar nessa eletrizante batalha: no time dos Iluminados, que são os que pretendem usar o novo poder, ou no time da Resistência, que como o nome sugere, é contra tal controle e pretende defender as pessoas das ações do primeiro grupo.

No fim das contas, o jogo é uma grande disputa por território de duas equipes, mas durante o jogo é preciso encontrar estátuas e construções famosas, além de outros pontos turísticos da cidade (o que seria um PokéStop ou Ginásio no “Pokémon Go) para invadir, tomar o controle e defender de ataques dos inimigos.

Um dos destaques do game, contudo, é que ele traz a idiea de trabalho em equipe. Por se tratar de um jogo onde facções se enfrentam, é possível juntar os amigos para tentar derrubar bastiões dominados pela equipe adversário, ou ainda criar imensas áreas de domínio. Parece divertido, não?

Parallel Kingdom

https://www.youtube.com/watch?v=3WGM37bWQzs

Aqui temos outro game para Android e iOS que explora o conceito de realidade aumentada. Pode se dizer que aqui, a ideia é um tanto similar à explorada pelo “Ingress”, só que algumas diferenças básicas podem ser notadas. Um dos diferenciais, por exemplo, é que dá pra escolher se aliar a uma das facções do game ou optar por seguir sozinho.

E não é só isso, o jogo traz para a tela dos smartphones, uma série de elementos de MMORPGs, aumentando o leque de possibilidades para a diversão. Entre os detalhes interessantes, está a possibilidade de se equipar com toda sorte de armas, conseguir itens raros e até aprender novas habilidades para ir subindo de nível e derrotando os inimigos.

O mais legal é que tudo isso é só uma curta descrição do potencial do game, que talvez seja um dos mais interessantes dessa lista. Outras possibilidades incluem explorar dungeons, tomar territórios e construir impérios verdadeiramente grandes.

SpecTrek Light

https://www.youtube.com/watch?v=MQXB2gKX1KM

Esse é outro título interessante para os fãs da realidade aumentada, o detalhe, porém, é que ao que parece ele está disponível apenas para Android até o momento. Em todo caso, esse talvez seja o game com a base mais próxima de “Pokémon Go”.

Assim como no jogo da Niantic, em “SpecTrek Light”, o jogador precisa localizar criaturas no mundo real usando a realidade virtual. O detalhe, porém, é que em vez de capturar os Pokémons, a missão é localizar pequenos fantasmas, procurando-os no mapa e usando o celular para mirar e atirar com a câmera do aparelho, tudo para exterminar os seres.

Por mais simples que a ideia possa parecer, o fato é que trata-se de um game bastante competitivo para jogar com amigos, pois conta com modos de jogo que dão prazos distintos para o jogador tentar exterminar o maior número possível de fantasmas. Ganha quem consegue eliminar o maior número deles [os fantasmas].

The Walk

https://www.youtube.com/watch?v=vJXZoKPR8Jw

E por último, mas não menos importante, temos aqui o jogo que mescla, até de forma inusitada, um livro virtual e um pedômetro. Trata-se de uma história de suspense onde o “jogador” é o protagonista, em uma aventura onde a missão é salvar o mundo depois que uma bomba manda a estação Inverness pro ar.

Mas esse não é um jogo para acomodados. Sabe por que? Para chegar ao fim da história o jogador precisa percorrer cerca de 800 quilômetros. Uma distância que é marcada com base no número de passos que o usuário dá no decorrer dos dias.

Novos capítulos são revelados na medida em que o jogador alcança distâncias pré-determinadas. No fim das contas, além da diversão, o jogo acaba estimulando as pessoas a se exercitarem mais, tudo para descobrir o fim do mistério proposto. O game também está disponível para Android e iOS.

E então, gostou da lista? Acha que faltou algum jogo de realidade aumentada que poderia entrar nessa relação? Fique à vontade pra deixar suas sugestões nos comentários.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: