Topo

5 razões para assistir Moana com as crianças

Comente

Seguindo a tradição de lançar animações no período das férias infantis, a Disney apresenta nesse verão, mais uma obra com história centrada na vida de uma princesa. A escolhida da vez é “Moana”, filme que estreou na última quinta-feira, dia 5 de janeiro, e é protagonizado pela garota que empresta nome ao mesmo.

A personagem é uma garota polinésia que na prática, é uma princesa, mas se recusa a ser chamada como tal. Aventureira, ela sonha em desbravar os mares, mas sua chance só aparece quando um desastre acomete seu povo. Diante da circunstância, ela é obrigada a atravessar o oceano em busca de respostas e de uma solução.

Como muitas animações atuais, o filme tem potencial para agradar não só as crianças, mas também os adultos, trazendo pontos pra lá de interessantes que sem dúvida fazem valer a visita ao cinema. A seguir você confere algumas razões para levar seu filho para assistir “Moana” e aproveitar a experiência ao lado dele. Confira!

Bons motivos para ir assistir “Moana” com os filhos

Aprender sobre uma cultura diferente

Mais que um mero filme de animação, “Moana” consegue levar o espectador para a antiga Polinésia, período em que uma deusa da natureza se volta contra os humanos após ter o coração roubado por um semi-deus conhecido como Maui. Mas isso não é tudo.

A aventura se desenrola de fato em um povoado indígena que mora em uma ilha vulcânica e tem história recheada de personagens míticos, os quais são transmitidos oralmente para as crianças.

Para além disso, chamam a atenção também a música, a dança e a relação com a natureza que são cultivadas pela cultura local. Isso significa que, mais que um mero entretenimento, o filme tem grande potencial para funcionar como uma verdadeira aula cultural, para as crianças ou para os adultos.

Realismo dos gráficos da animação

A tecnologia tem possibilitado a criação de gráficos cada vez mais realistas, e com “Moana” isso não é diferente. No decorrer do filme o espectador pode se flagrar olhando atentamente para a pele dos personagens, tamanho realismo.

E isso se estende também para os cabelos, o mar, a areia, enfim, toda a parte visual da obra, tudo trabalhado com a leveza e delicadeza que uma animação infantil exige.

Leia também:

Inspiração na mensagem transmitida pelo filme

As muitas mensagens transmitidas pelo filme também se mostram uma boa razão para assisti-lo. Essas mensagens estão presentes do início ao fim do filme, hora na primeira experiência de Moana com o oceano quando ainda é bebê, hora na sensibilidade que ela tem para compreender o inimigo e salvar o mundo, ou até mesmo na transformação de Maui, que se torna um fiel companheiro da jovem princesa.

Oportunidade de aprender novas músicas legais

Nem todo adulto gosta, mas é fato que a criançada adora os musicais das animações, e como esse é um elemento que geralmente não falta nesse tipo de obra, com “Moana” não poderia ser diferente.

O filme é pontuado por diferentes musicais, que são cantados pelos mais distintos personagens. As canções funcionam bem e são em sua maioria, bem simpáticas, tendo grande potencial para grudar na mente e fazer a alegria das crianças por muitos dias.

Possibilidade de assistir o curta “Trabalho Interno”

Lançando mão de uma tendência adotada pela Pixar, o setor de animação da Disney também implementou a ideia de exibir antes de seus filmes, alguns de seus curtas-metragens selecionados. No caso de “Moana”, a sessão é aberta com o belíssimo “Trabalho Interno”, curta que tem como diretor o brasileiro Leo Matsuda.

A história da obra gira em torno do conflito entre um cérebro e um coração durante um da na vida de um homem que vive em uma cidade de praia, mas precisa trabalhar em um escritório absolutamente entediante.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!


Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: